domingo, 28 de setembro de 2014

Somos espelhos



"Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo." (1 Pedro 1:15-16)

Existem espelhos grandes, existem espelhos pequenos, existem espelhos quadrados e outros redondos. Há espelhos para enfeitar e outros que sequer vão ser usados. Porém todos os espelhos foram feitos para uma única utilidade: refletir! 

 E o espelho reflete aquilo que está à sua frente. O que tem estado a sua frente? O que você tem refletido?

 
Nós não somos espelhos literalmente, mas fomos feitos para refletir uma luz como um espelho brilhantemente faz. Entretanto somos sujos, espelhos maculados, embaçados e manchados que não refletem nada por si mesmos. Apenas olhando muito bem da para ver alguns resquícios daquilo que se reflete. É como se estivesse em um grande nevoeiro tentando achar algum caminho, sem farol, sem iluminação. E a causa disso é unicamente o pecado, a transgressão nos sujou. Somos todos imundos. Por expectativa, nunca iriamos refletir nada. 

Mas Deus enviou alguém que com maestria refletiu aquilo que lhe estava a Sua frente. Diferentemente dos outros espelhos, este não estava sujo, nem nunca se sujou, e por onde quer que ele fosse iluminava tão intensamente que outros espelhos eram restaurados e limpos. Os quebrados se juntavam e novamente eram inteiros. Os sujos ganhavam nova moldura, e os charlatões eram envergonhados por essa luz. Ele se fez pequeno, tão pequeno que coube em nós. Ele virou nosso modelo, nosso referencial. E se tornou grande, como sempre foi e será. 

E esse espelho fazia algo especial para poder refletir essa luz. Ele, como espelho que veio ao mundo, e sendo odiado pelo mundo foi quebrado, ia constantemente a essa luz se renovar, se curar e se fortalecer. E este mesmo espelho disse, certa vez, que devemos fazer o mesmo, que na intimidade do nosso quarto devemos fechar a porta e nos encontrar com essa luz. Ali nós seremos limpos, restaurados, novamente ganharemos vida, nossa função será restaurada. E nossa função é essa, refletir a luz que nos tirou das trevas, que nos desembaçou e nos trouxe utilidade a fim de que tiremos outros das trevas também e os levemos conosco para essa maravilhosa luz.  

Não há nada de mais sublime do que ser o reflexo daquele que nos ama; amando tanto a ponto de querer se ver em nós, mesmo sem merecermos, mesmo que nos sujando deliberadamente, e mesmo, por muitas vezes, termos sido reflexo das nossas próprias mazelas, nosso egoísmo e nossa maldade. Que não sejamos nós, mas Ele a nossa frente, para que Ele seja o reflexo da nossa vida, e possamos produzir algo de bom. Que quando alguém nos olhar, veja o reflexo dessa luz e possa ser limpo por ela, e novamente encontrar a vida, e por fim encontrar o caminho. 

Que essa Luz de Cristo resplandeça em nosso rosto, que a Glória do Cristo crucificado e ressurreto seja conosco por onde quer que andemos. Que não brilhemos nós, mas Ele, o autor e consumador da nossa fé e da nossa existência. Que sejamos limpos por essa luz, e que a busquemos sempre sem medo, sem dor, e por amor. 

Eu quero ser esse espelho, santo, porque Ele é santo.




Ronnedy Paiva
Colunista

Um comentário:

  1. Gostei do blog. "Ser feliz fazendo o que gosta, respeitando o direito do outro". Aline - De Olho No Mundo. https://www.youtube.com/watch?v=HZMzuQN-h2w&feature=youtu.be

    ResponderExcluir