quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Sobre Ele e ela. [Parte 9]


Ah se nós tivéssemos aprendido.

Ah se fossemos um pouquinho mais dedicados.

Ah se o coração fosse um pouquinho mais alinhado.

Ah se fosse menos para mais. Menos de nós, e nosso conforto, mais da presença de Deus e do da manifestação dos seus mistérios.

Ah se a gente soubesse quem é o nosso Deus.

Confesso que é difícil. Confesso que é complicado.

Confesso que entendo. É difícil ser ela.

É difícil ser aquela que procura diligentemente por Deus. É difícil ser aquele que deseja ardentemente pelo Senhor.



É difícil ser de Deus. É difícil ser aquilo que Deus quer que sejamos. Deus é bom e nós não.

Somos tão pouco e Deus tão grande.

Como é ser assim?

Como conseguir?

Como não desistir, ou pensar na hipótese de se olhar para trás.

Como estar em firmeza, olhando para o alvo.

Nesse último texto da nossa série. Gostaria de dizer três coisas.

Nós reclamamos demais.

Deus sabe o que faz.

Nós dependemos de Deus.

Reclamamos demais, porque o Deus que chama, promete, e usa, cumpre sua palavra. Nós não sabemos o que é confiança. Achamos que confiança é ter aquilo que queremos quando queremos. Confiar é receber de forma na qual Deus escolhe o que nós precisamos e não o que desejamos.

Deus sabe o que faz. Você pouco, ou nada é, o Deus que usa esse pouco ou nada, sabe o porquê o faz dessa forma, para que Ele seja glorificado. E as dificuldades existem por aí para nos ensinar que Deus nos quer mais perto dele: em oração, em adoração e confiança no seu nome. Deus sabe o que faz, e nós precisamos conhecer Ele para isso.

Nós dependemos de Deus. Somos barro, e ele é o fôlego de vida, necessitamos do nosso Pai, para tudo. Deus faz. Deus age. Deus nos dá vida. Deus é mais. Deus é tudo.

A dificuldade de ser igreja, é aprender a viver com as crises, visto que, as necessidades hoje é pregada como pecado. Necessidades são para voltarmos ao provedor. Deus ainda é Deus presente, ainda cuida da sua Igreja.


Espero que essa série tenha abençoado o seu coração.

E que Deus te abençoe, graça e paz.


Mateus Machado
Colunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário