sábado, 31 de agosto de 2013

o TESTEMUNHO que gostaria de ouvir

"Eu não tinha nada, mas conheci Jesus, e hoje tenho a salvação, e isso basta."

     O engraçado (não estou dizendo cômico) dos testemunhos televisivos, é que pessoas dizem não ter nada, mas foram em tal igreja, fizeram tal propósito, e ganharam 'alguma coisa'. De que ganhavam X de salário, e precisavam/queriam ganhar Y, e depois de um tempo fazendo um pacto de entrega e blá blá blá, agora recebem o dobro de Y. Simplesmente porque ELAS foram fies para com Deus (ELAS?).

     Não estou dizendo que Deus não possa nos fazer prosperar ou abençoar, até porque Malaquias 3:10 diz para fazermos prova disso. Mas acho que não é bem desse jeito que muitas mídias mostram. Creio piamente que Ele nos abençoa naquilo que fazemos - trabalho, estudos, relacionamento, etc. Mediante a nossa fidelidade (I Rs 2:3). O problema é que muitas pessoas tem ido a Cristo, achando que vão melhorar de vida - financeiramente falando. O veem como um galardoador, um recompensador terreno por terem entregue a sua vida a Ele. Tipo uma troca: "te dou minha vida e você me da isso". Aí quebram a cara porque não é bem assim. 

     As vezes tenho dó delas. Pois em muitos púlpitos é pregado isso: "Venha pra Jesus e melhorem de vida". E quem não quer melhorar de vida poxa? Só que as narrativas bíblicas falam mais em dar, do que receber (Mt 5:39-42). Em guardar tesouros no céus, e não na terra (Mt 6:19-21). Em buscar primeiramente o Reino de Deus (Mt 6:33). Em ser fiel no pouco (Mt 25:14-29). E nos contentarmos com o que Ele nos dá (Mt 22:35). E quando alguém é abençoado, e outro não é, tem-se uma ideia errônea que não somos bons suficientemente, por isso não recebemos. Mas a verdade é que NINGUÉM é bom senão Deus (Lc 18:19). Não é nós, nunca foi, nem nunca será. Tudo vem dEle, é dEle, e deve ser para Ele. É meio duro, mas Deus nos abençoa se Ele quiser. Porém Ele nos promete que se O ouvirmos e O obedecermos, comeremos o melhor dessa terra (Is 1:19).   

     Sinceramente queria ouvir um testemunho como aquele que escrevi acima. Que apesar de continuar sem dinheiro, ou com a saúde debilitada, ou sem filhos/mulher/marido, essa pessoa possa ter o gozo e a paz que excede todo o entendimento, pois possuí o melhor dessa terra - Deus e o seu amor. Pois ela sabe que as dores de agora não poderão ser comparadas com a glória que há de vir (Rm 8:18). Que a Graça redentora de Cristo, é mais que suficiente para nós. Que não tem a ver com a nossa fidelidade, com os nossos sacrifícios  imperfeitos, com a nossa pseudo-santidade. Mas tem haver com Ele. Pois Ele é fiel e já fez todo sacrifício necessário para que vivamos nEle, em santidade. 

    Que possamos ouvir e dar mais testemunhos como o do inicio desse texto. Que possarmos nos alegrar nEle, e viver a vontade soberana dEle dia a pós dia. Que sejamos a geração que dá ao invés de só receber, e que tudo seja feito por amor, amor a Ele, pois sem amor, TUDO não passaria de NADA (I Co 13). Que Deus nos abençoe!

Foto: Google



Ronnedy Paiva
Colunista