quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Onde está Deus ?

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo,
o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação;
2 Coríntios 1:3

                Diante a tragédia da Santa Maria que ocorreu no domingo, vi muitas publicações sobre isso, e em meio a algumas, constatei que varias pessoas questionavam a existência de Deus mediante a tal acontecimento.  Como introdução ao meu post queria que você lesse essa história:

Um homem foi ao barbeiro e, como de costume, começaram a conversar sobre vários assuntos. Conversa vai, conversa vem, eles entraram no assunto sobre Deus. O barbeiro disse: 
- "Eu não acredito que Deus exista como você diz". 
- "Por que você diz isto?" - o cliente perguntou.
 - "Bem, é muito simples. Você só precisa sair na rua para ver que Deus não existe. Se Deus existisse, você acha que existiriam tantas pessoas doentes? Existiriam crianças abandonadas? Existiriam tragédias e catástrofes? Se Deus existisse, não haveria dor ou sofrimento. Eu não consigo imaginar um Deus que permite todas essas coisas".
O cliente pensou por um momento, mas ele não quis dar uma resposta, para prevenir uma discussão. O barbeiro terminou o trabalho e o cliente saiu. Naquele momento, o cliente viu um homem na rua com barba e cabelos longos. Parecia que já fazia um bom tempo que ele não cortava o cabelo ou fazia a barba e ele parecia bem sujo e mal tratado. Então o cliente retornou à barbearia e disse: 
- "Sabe de uma coisa? Barbeiros não existem!" 
-"Como assim eles não existem?" perguntou o barbeiro, -"Eu sou um". 
-"Não!" - o cliente exclamou, "eles não existem, pois se eles existissem não haveriam pessoas com barba e cabelos longos como aquele homem que está ali na rua. 
- "Ah, mas barbeiros existem, o que acontece é que as pessoas não me procuram, e isso é uma opção delas". 
- "Exatamente!" - afirmou o cliente. - "É justamente isso que acontece com Deus. Ele existe, o que acontece é que as pessoas não o procuram, pois é uma opção delas e é por isso que há tanta dor e sofrimento no mundo".

               Com isso não quero dizer que as pessoas que estavam na boate ou seus familiares/amigos não procuraram  a Deus e por tal atitude Ele permitiu que isso acontecesse, o que quero defender aqui é que todos nós estamos sujeitos às aflições, mas ao invés de nos desesperar, questionar sua existência diante de uma perda/situação, devemos buscar a Deus em oração, para que Ele lhe dê o consolo necessário, assim como Jesus o fez para nos ensinar no Getsêmani (Lc. 22.39-46).

               O fato é que nem todas as coisas acontecem por causa do nome de Jesus Cristo, mas sim, diversas vezes por causa de nossas próprias escolhas, falta de vigilância, falta de prudência e paciência. Tomando como exemplo o que aconteceu na boate, que culpa Jesus tem de haver apenas uma saída? Se os donos tivessem adaptado o espaço as normas dos bombeiros nesse momento o Brasil estaria de luto?

                Que possamos ver e entender que Deus tem o controle e tudo, mas isso não quer dizer estamos imunes a certos acontecimentos, e assim como está escrito em Romanos 8.18:  "Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada." Por mais aflições, lutas, tristezas que vamos passar aqui, Ele tem algo melhor pra nós quando chegarmos em casa. 

Que Deus abençoe ! 



Carol Cruz
Colunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário