quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Os Escolhidos

"Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi." João 15.16

Representar a seleção de seu país em qualquer evento é uma das maiores honras que um atleta pode ter. Seja em qual for à modalidade, é o ápice que ele pode alcançar. O local mais ansiado, a hora mais desejada. Ser o melhor do mundo!

E com essa grande honra, assumisse também uma imensa responsabilidade. Uma responsabilidade não só diante do peso da camisa, mas também diante de todo o país. A cobrança agora é multiplicada em termos imagináveis, aonde você vai ouve "tem que ganhar; tem que ser o melhor; vai ser difícil". E a vitória torna-se mais que uma conquista, mas uma verdadeira obrigação.

Às vezes essa cobrança é tão grande sobre alguns que, ser escolhido para aquela confederação, ao invés de trazer alívio -pois a jornada até ali foi grande-, traz peso em demasia. O perder torna-se uma trágica desonra para todos. É como que se o atleta não tivesse dado o seu máximo, tendo feito corpo mole. E todo aquele caminho que o competidor teve para chegar aonde ele está não valeu nada; e esquecem que existem tantos outros melhores dos países opostos que também querem essa medalha, essa vitória. E que farão de tudo para obtê-la. São os melhores dos melhores. Pessoas que treinam diariamente em níveis quase sobre humanos para que, ao chegar lá, possa fazer o seu melhor e subir no alto do pódio.

Você concorda comigo que essa responsabilidade traz grade peso?

Ronaldo, campeão em 2002.
Em contra partida, a bíblia também fala que somos escolhidos.

"Mas vós sóis geração eleita, sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daqueles que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz." 1 Pedro 2.9

E o que implica em ser escolhido por Deus?

Diferentemente de ser escolhido para representar um país, ser escolhido por Deus está ao alcance de todos aqueles que quiserem. Não é necessário ser o melhor dos melhores para ser selecionado. Apensas fazer o melhor em tudo.

Ser escolhido por Cristo é servi-lo com sua própria vida. É esvazia-se de si mesmo e preencher-se dEle. É a total dependência do Santo dos santos, é servi-Lo em tudo. E esse serviço não traz peso. Pelo contrário, Jesus diz:

"Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomais sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou mando e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo e leve." Mateus 11.28-30

Esse serviço, se é que podemos coloca-lo assim, é uma dádiva, uma honra disponível a todos. Mas para ter maior eficácia, é preciso dispor-se e treinar. Mas não é aquele treino exaustivo dos atletas. O treino que falo, é Jejum, Oração, Leitura da Palavra, Vida com Deus. A combinação dessas 'modalidades' traz refrigério, esperança, força, fé e sabedoria.

Ser escolhido para representar a seleção de Cristo, é saber que, quando olharem para você, eles devem ver a Deus. Como quando olham para a bandeira e lembram-se do atleta.

Não é o exaltar, mas humilhar-se na busca de servir, isso é o que faz dele um grande homem. É diminuir para que Ele apareça. Não é a buscar de ser o melhor para sustentar e satisfazer o ego, ou muito menos para agradar aqueles que o veem. Mas é fazer o melhor para adorar à Ele.

Ser escolhido é uma honra, uma dádiva disponível a todos aqueles que desejam, com alma e coração, representar a Cristo na terra. Para que assim, como o atleta faz levantando o troféu, o escolhido mostrará, não para se vangloriar, mas para exaltar Àquele que o escolheu, honrando-O salvando vidas, praticando o amor, pregando a Palavra, servindo a Cristo com sua própria vida.

É fazer o melhor para o Melhor. E isso não traz peso! Se de alguma forma isso tem te trazido peso, é porque alguma coisa está errada. Procure saber o que é, e de qualquer forma, lance o fardo sobre Ele, e tome o Seu julgo, que é suave e leve.

Que Deus te abençoe!

Ronnedy paiva
Colunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário