quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Gratidão

Outro dia fiquei perplexa com uma cena que presenciei. Uma mulher de muito mau humor amaldiçoava o seu dia que estava apenas começando. Sua língua  disparava para todos os lados sua ingratidão a Aquele que estava presenteando-a com mais um dia de vida. Ela estava perdendo uma oportunidade maravilhosa de reverter aquele quadro tão triste. Quem sabe ela nunca parou para pensar que o dono da vida a qual ela amaldiçoava veementemente, naquele dia, é benigno e fiel; o Seu amor é cuidadoso e constante:

 “Bom é render graças ao Senhor, e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo, anunciar de manhã a tua benignidade, e à noite a tua fidelidade.”
Salmos 92:1-2

A perplexidade tomou conta de mim a ponto de eu falar comigo mesma – “Senhor não me deixe ser assim!”.

Que coisa triste a ingratidão. Muitos de nós não fazemos tão explicitamente como essa mulher, mas nossas atitudes de frieza e rejeição para com Deus é a mesma coisa ...

 “Porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes nas suas especulações se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.”  
Romanos 1:21

Murmuramos de tudo e ainda encontramos motivos para tal. É o dia que não amanheceu como queríamos, o nosso salário não dá pra “nada”, estamos acima ou abaixo do peso “ideal”, estamos cansados, as crianças não dão sossego, trabalho muito e ganho pouco, meus pais não me entendem, não consigo encontrar minha outra metade, tudo está ruim...Onde Deus está nisso tudo?! E por ai vai as nossas lamentações. Amanhecemos com essa carga negativa em cima de nossas cabeças. Gratidão está longe dos nossos lábios. Afinal temos motivos para isso, mas será mesmo?

Parar por alguns minutos do dia para agradecer é tão bom... experimente! É nesse momento que descobrimos o quanto somos ingratos, e como temos tanto para agradecer...

Não sejamos ingratos!
Pare um momento olhe ao seu redor e descobrirá motivos para agradece-lo, se não achar, que tal agradecer por sua vida ? :)


Texto de Márcia Correa - Gratidão . Devocionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário