segunda-feira, 23 de julho de 2012

Pelo que temos sido [Re]conhecidos?

Hoje em dia é fácil mostrar que você é cristão. Basta falar algumas frases clichês ao vento como "Misericórdia; Sangue de Jesus tem Poder; Em nome de Jesus" e algumas outros, ou então usar uma camiseta com dizeres evangélicos. Existem ainda uns mais radicas que postam versículos no Facebook e Twitter e se acham os missionários. Mas isso mostra pelo menos que eles vão à igreja ou sabem alguma coisa da bíblia. Porém se não houvesse esses artifícios e não pudéssemos falar que somos cristãos, como em alguns países perseguidos. Pelo que seríamos reconhecidos? Pelo amor!?


A bíblia nos diz em João 13.35 que seremos conhecidos como discípulos de Cristo se tivermos amor uns pelos outros. E embora esse 'outros' seja usado geralmente como nosso próximo distante, queria 'trazê-lo' para um próximo mais perto. Nossos amigos, familiares, vizinhos... Como eles tem nos reconhecidos como cristãos?

Será que o amor de Cristo em nos tem sido demostrado em nossas atitudes e palavras? Será que o nosso amigo, por exemplo, que está passando por uma crise familiar tem sido abençoada por nossa vida enquanto só falamos de futebol e não o ajudamos? Ou temos 'falado' do amor de Deus quando consolamos nossa amiga que acabou de terminar um relacionamento de 2 anos com seu namorado dizendo palavras como "a vida é assim mesmo, esses homens de hoje não prestam, são todos uns cafajestes". Ou ainda temos mostrado a revolução que Cristo gerou em nossas vidas continuando discutindo com nossos pais por fazermos as mesmas coisas que eles não queriam que fizéssemos?

Temos demonstrado o amor dAquele que nos tirou outrora das trevas para Sua maravilhosa luz? Ou temos sido reconhecidos como cristãos somente porque andamos com a bíblia de baixo do braço? 

Jesus não saiu por aí com uma camiseta "Só o Senhor é Deus", ou com uma bíblia na mão. Ele mostrou que era um 'discípulo' de Deus, que era Seu enviado através de suas atitudes. Não que seja errado usar essas peças de roupa ou postar versículos. É até bom, mas sem isso, pelo o que as pessoas apontariam para você e diriam "acho que ele é crente"Como você tem sido reconhecido como discípulo de Cristo pelo mundo? Você tem feito a diferença!?


Uma vez no colégio, quando eu ainda estuda, uma menina falou assim pra mim: "Ah, você também é evangélico?". Não que seja um título isso, mas me doeu na alma ouvir aquilo, porque pensei: "Caraca, o que eu tenho feito para ser reconhecido como cristão?" Esse realmente foi um testemunho infeliz. Mas teve uma outra vez que, enquanto eu trabalhava, veio um morador de rua pedir dinheiro, e como eu não tinha, falei a verdade para ele. O cara foi embora e tudo beleza. Passado alguns dias esse mesmo homem voltou ao meu trabalho, e me disse: "Semana passada eu estive aqui pedindo dinheiro e você não me mandou embora, você foi gentil comigo. Continue no caminho dEle -e apontou para um crucifixo pendurado na parede- que você está no caminho certo" E apertou a minha mão e me elogiou na frente do meu patrão e foi embora. Nesse dia eu fiquei muito feliz, porque esse cara reconheceu Cristo em um simples dizer meu: "Desculpe, não tenho dinheiro".

Mas existe outra pergunta: Como você tem sido conhecido por Deus como cristão?

Falar que é cristão é fácil. Parecer ser crente na frente dos outros é moleza. Mas como é ser cristão quando ninguém olha, quando só Deus vê? Será que temos sido crentes só por fora, mas por dentro estamos podres, odiando mais que amando?

Odiando aquele maluco que cruzou a preferencial fazendo com que você freasse bruscamente?... Odiando aquele mal educado que trombou em você no ônibus te deslocando sem ao menos te pedir desculpas?... Odiando e tendo pensamentos com palavras de baixo calão para ofender aquele professor que te anulou uma questão somente porque se esqueceu de uma vírgula?... Será que temos amado mais do que odiado, ou vice e versa?

- "Ah, mas ninguém ouviu os meus pensamentos". Verdade! Ninguém que importe ouviu, só Deus mesmo... Ele conhece o nosso coração, sabe o que pensamos e qual é a real intenção das nossas atitudes. Se estamos sendo verdadeiros com uma pessoa ou não. Se fazemos algo por simples obrigação ou por amor. Não da para engana-Lo. Mesmo que ninguém veja, temos que ser cristão nos momentos que estamos sozinhos. Esses são os momentos mais difíceis. Porque ninguém vê, só Deus.

Deus conhece o nosso coração, e Ele sabe se estamos adorando a Ele verdadeiramente em amor, ou se estamos apenas nos enganado achando que Deus verá as nossas obras e nos recompensará. O apostolo Paulo em 1 Coríntios 13 diz que sem amor, estamos falidos. Ainda que conheçamos todos os mistérios de Deus e tenhamos fé a ponto de fazer um monte pular, ou ainda venhamos morrer como mártir, sem amor, não chegamos a lugar nenhum. Não somos nada!

Pelo que o mundo tem te reconhecido como cristão? Pelo que você tem falado ou pelo que você tem feito? E Deus, como Ele tem te conhecido como cristão? Como um 'crentino' qualquer ou como um verdadeiro discípulo de Cristo? 

Será que temos levado a sério João 13.34 ou é apenas mais um versículo bonitinho? 

"Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros" João 13.34

Realmente nós não somos perfeitos. Mas não quer dizer que precisamos ser falsos, demonstrando amor por mera obrigação. Deus não quer isso. Deus quer um coração que ame verdadeiramente. Ele deseja encontrar adoradores que o adorem em Espirito e em Verdade como diz João 4.23. Ele não quer adoradores, discípulos, cristãos que amem por mera obrigação!

Se algum dia você já esteve, ou está apaixonado, saberá do que eu estou falando. Pois quando estamos apaixonados, ansiamos demonstrar o nosso amor pela pessoa. Mostrando que realmente ela é importante para nós. E quando estamos apaixonados por Deus, temos tido esse mesmo sentimento? 

Se o amamos, iremos buscar as formas de agrada-Lo, e isso vêm através da leitura da Palavra. E percebendo o que Ele quer, demonstraremos o nosso amor por Ele amando ao nosso próximo. Não por obrigação, não para ser reconhecido pelos outros como o bonzinho e tal. Mas por amor!


"Em me amares, tornaste-me amável." Santo Agostinho



Ronnedy Paiva
Colunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário