sexta-feira, 8 de junho de 2012

Acho que vou explodir

Gritar, vontade de bater em alguém, responder mal as pessoas, vontade de matar alguém, espernear, querer xingar, tudo isso junto e de uma vez só! É o que temos vontade de fazer quando nos irritamos com alguém ou alguma coisa. Queremos extravasar aquele sentimento que nos invade, que começa a arder no nosso coração.


  Uma novidade: você não é o único que sente tudo isso! É o que acontece de mais comum, ainda mais nos dias de hoje que vivemos correndo contra o tempo, atarefados e sempre estressados.

  E quando nos deparamos com uma situação dessas o que devemos fazer? Será que a irá é mesmo a solução? Será que devemos mesmo nos irritar? Com a cabeça quente vamos resolver alguma coisa?

“Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se, pois a ira do homem não produz a justiça de Deus.” Tiago 1:19-20

  Devemos tomar cuidado para onde canalizamos nossa ira, se gritamos ou somos rudes com alguém estamos pecando, estamos transformando a nossa raiva em uma coisa “infrutífera” será o oposto a vontade de Deus. Jesus nos disse irai-vos, mas não pequeis (Efésios 4:26). Mas se quando nos iramos procuramos fazer algo bom para que essa “bola de fogo” dentro de nós apague não estaremos pecando, por exemplo: alguém se irrita com um amigo, e em vez de gritar com ele procura ajudar a mãe em casa. Sei que é um exemplo bobo, mas dá pra entender o que quero dizer.

Para evitar nos irarmos por qualquer coisa, devemos andar no Espírito, estarmos próximos de Deus, trilhando o seu caminho, termos o fruto do Espírito, que em sua maioria são opostos em explosões de raiva.

“Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei.”  Gálatas 5:22-23

  Desejo que consigamos diminuir ou até zerar nossas irritações, nossos momentos de explosões de raiva através de uma vida de relacionamento e compromisso com Deus!


Marianna Moreno
Outros

Nenhum comentário:

Postar um comentário