sábado, 12 de maio de 2012

DECISÃO: EU ESCOLHO DEUS.

Tive uma experiência muito interessante ontem no meu trabalho. Atendi uma família onde os pais eram mudos. Quando acontece isso eu me sinto muito desconfortável porque dentro de mim não consigo atender da melhor maneira possível, não sei se falo, se faço gesto, se escrevo. Porém, os filhos dessa família falavam normal, então eles se comunicavam comigo. Enquanto um dos filhos provava uma camiseta, eu olhei no braço do outro filho e vi uma pulseira do movimento AWAKE e lembrei q tava acontecendo naquele momento, virei pro rapaz e disse: ‘tá rolando hoje né? Mancada eu perde mais uma vez.’ Nisso agente começo a conversa sobre isso enquanto a mãe dele só observava. De repente ela viro pro rapaz e pergunto na língua dos sinais o que agente tava conversando, daí ele respondeu. De repente ela vira pra mim e diz: ‘você é evangélico?’ Nooooossa, aquelas palavras entraram no meu ouvido de uma forma diferente. Sei que depois que eles foram embora eu senti que tinha conseguido dar o meu melhor.
Fiquei pensando, como uma pessoa muda pode transmitir o Evangelho pras pessoas? No mesmo instante pensei na palavra TESTEMUNHO. É pelo fato da pessoa ter que viver o Evangelho e simplesmente com isso, expressar todo o caráter contido na vida de Cristo em nós.

Os versículos de Fl 2:6-11 diz: “Ele, estando na forma de Deus não usou de seu direito de ser tratado como um deus mas se despojou, tomando a forma de um escravo. Tornando-se semelhante aos homens e reconhecido em seu aspecto como um homem abaixou-se, tornando-se obediente até a morte, à morte de cruz. Por isso Deus soberanamente o elevou e lhe conferiu o nome que está acima de todo nome, a fim de que ao nome de Jesus todo joelho se dobre nos céus, sobre a terra e sob a terra, e que toda língua proclame que o Senhor é Jesus Cristo para a glória de Deus Pai.” (BJ). É uma passagem muito linda, exprime o amor de Deus por nós, de Cristo por nós que deixando a sua natureza divina tornou-se humano para que pudéssemos estar nos braços do Pai hoje, ter uma relação de intimidade, eu e Ele, poder chama de Meu Pai.

A palavra despojar é tirada de Is 53:12 que ao se referir sobre o despojo Isaias faz referência de que o Messias teria entregado a sua própria vida à morte e levar consigo, os nossos pecados. Entende-se de que Paulo faz menção da decisão de Cristo. Ele simplesmente escolher morrer.
Mais qual relação há entre a minha experiência e de Filipenses de que fala da soberania de Jesus? NENHUMA, OU ENTAO, TODA, eu não sei responder.

A relação que eu faço disso é que Cristo escolheu morrer por nós, amar-nos até o ultimo suspiro seu, sofreu tudo sem reclamar ou blasfemar, mais escolheu, silenciar-se e buscar força naquele que é Onipotente, Deus. Fazendo relação a isso, que possamos criar dentro de nós essa DECISÃO de Amor ao nome de Cristo e segundo o mandamento de amar a Deus e ao teu próximo, possamos escolher a Deus.

video

Decidir amar a Deus é demonstrar o mesmo amor de Deus para com você, mesmo com falhas.


 Que Deus te abençoe.


Rennan Reichardt
Colunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário