segunda-feira, 14 de maio de 2012

Danger: Pecado

Em desculpas, tentamos encontrar artifícios para justificar nossos erros. Simplesmente querendo achar uma saída simplificada para a culpa do pecado. Mas tudo isso é em vão. O pecado é pecado, e não precisa de ninguém para defendê-lo. Ao contrário, somos nós quem devemos nos defender dele.


Histórias como: "Ah, eu faço isso desde sempre, não tem como mudar", "eu sou assim mesmo", "a carne é fraca", e até mesmo "Deus me fez assim, e Ele me aceita com os meus erros" são soltas ao vento tentado achar um sentido coerente.

Realmente Deus te aceita com seus erros, mas Ele quer lhe fazer santo, semelhante a matriz, imaculado dos pecados. De forma incipiente, quer fazê-lo nova criatura. 

"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." - 2 Coríntios 5.17

A justificativa nada mais é do que tentar incumbir ao pecado uma forma "menos ruim" de parecer, colocando uma mascara para não parecer tão mau, "tão pecado".

Mas ele é mau sim, pois ele te joga no chão, e ao invés de você tentar se levantar e colocar-se de joelhos pedindo perdão a Deus, em uma tentativa inútil, tenta-se justificar a queda deitando no 'conforto' do chão, até parecer que ele é bom.

E isso será constante se o seu equilíbrio estiver em si próprio, estiver em seus bens.

- "Eu tenho dinheiro, tenho uma boa faculdade, amigos que me apoiam em tudo, tenho status, tenho carros, ouro, tenho tudo o que um homem de bem precisa ter e etc, etc, etc"... E mesmo que sejam bastantes coisas para se apoiar, é como colocar a confiança na areia em que você está se equilibrando. Qualquer vento que vir a leva, e um vento mais forte te derruba.

O pecado faz isso com você. Quando o 'si próprio' se torna independente, autoconfiante e forte, um pensamento de "nada pode me derrubar" vem a mente. Mas isso tudo é passageiro, o pecado é enganoso, e não agrada a Deus.

E Deus não quer vê-lo no chão. Ele nos fez para sermos iguais a Ele, e apesar de nossas fraquezas, Ele nos  torna fortes, para que depositemos a confiança nEle, pois Ele é a Rocha Viva.

Se o seu equilíbrio estiver em Deus, na rocha que Ele é, vento nenhum pode leva-Lo, mas ainda assim poderá te derrubar. Por isso Deus quer que nos alicercemos nEle, Ele anseia algo mais profundo com o Seus filhos, que construamos nossa casa, nossa confiança nEle, com edificações que vão além da superfície, para que tenhamos algo que transcenda o esperado, e que vento nenhum possa nos derrubar. Algo mais intimo, para que pecado nenhum venha nos iludir.

E assim, o pecado será pecado para você, e não te enganará mais, e você não tentará ir mais pelas suas forças, pelas suas vans forças. Pois Ele é o Deus da força, e Ele é contigo, e se a nossa vida estiver depositada nEle, não nos persuadiremos facilmente.

Porque Deus é luz, e nos faz novos, perdoando-nos quando erramos, e nos resgatando quando clamamos.

"Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós." - Tiago 4.7




Ronnedy Paiva
Colunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário