terça-feira, 29 de maio de 2012

"- agora sim, é ela!"


            Palavras sem definição, com incapacidade real de atribuir um significado. Um sentimento no peito, reações no corpo, alterações de comportamento, pensamentos focados em uma única coisa, aquele que te conquista. Muda-se tudo.

Ele mais arrumado, cabelo bem cortado, barba feita, e a melhor roupa que tem para se vestir. Ela está vestida como sempre, sempre bem arrumada. Trocas de olhares, sorrisos e brincadeiras, que por incrível que pareça só têm graça para eles. Apelidos esquisitos, chamegos exagerados, uma atenção voltada somente de um para o outro.


Acredito fielmente que era isso que Paulo esperava que acontecesse quando disse: o homem não tem direito sobre seu corpo, mas o tem a mulher; e de semelhante modo, a mulher não tem mais direito sobre seu corpo, mas o marido o tem.

Admiro a seriedade dada, ou a importância atribuída ao namoro cristão nos últimos tempos. Ministérios focados nesse tema em específico. Programas de TV, blogs, etc. Admiro o seu trabalho, de verdade. Mas penso de forma particular sobre o tema.

Em minha opinião, mais do que estar preparado para um relacionamento, muito mais do que preparar-se realmente para fazer a vida do outro feliz, você deve amar. O texto chave que trata do tema amor é o capítulo 13 de Coríntios (já defendi minha posição em relação ao texto, para mim se trata de outro tipo de amor – homem/Deus e não homem/mulher).

Mas ao ler o trecho que disse de Coríntios, me deparo com a seguinte inquietação: muita coisa pode ser feita sem a motivação correta. O ato de espera e preparo para um relacionamento, é de fato algo que Deus admira. A fase de oração e consagração do casal, também é algo interessante de se frisar. 

Porém, o mais importante não são os métodos, são os sentimentos. Não são as possibilidades de dar ou não certo, mas a vivência de um sentimento que grita no peito, tanto no dele, quanto no dela. Não mais por resultados, mas por experiências.

Como diz um provérbio chinês: “Estradas não são feitas para chegadas, mas para caminhos”, parafraseando: “O relacionamento amoroso não foi feito para felicidade, mas para vidas”.

Não defendo a idéia de hedonismo, prazer a todo custo. Defendo o bom senso. Sentimentos verdadeiros são para serem vividos. Sentimentos que não são verdadeiros, não são sentimentos.

Há um risco, como toda a escolha a ser feita. Admitir ou não? Declarar-se ou não? Dar o braço a torcer, ou manter o orgulho? Ter a experiência de um relacionamento saudável que pode no mínimo dar-te experiência de vida ou esperar sentado enquanto algo que desejas te escapa?

São riscos. São perguntas. São respostas. São sentimentos, dúvidas e decisões. Acho que o máximo que você perde é tempo de ser feliz.


Que Deus te abençoe. Que você seja cheio do Espírito Santo. E que você tenha um amor para sua vida e muita paz para se decidir, no nome de Jesus.





Mateus Machado
Colunista

10 comentários:

  1. Amém.
    Sempre me deixando pensativa em Mateus, rs.
    A propósito, ess música do Projota fala muita coisa !
    A gente tem que estar pronto pra assumir um relacionamento, senão vai ser só uma sucessão de decepções...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glória a Deus rá, que DEus te abençoe po.

      Excluir
  2. Drysanna Scarmucin29 de maio de 2012 13:03

    Nossa que tema lindo... hehehe
    Adorei o texto! bj

    ResponderExcluir
  3. Glória a Deus pela sua vida Mateus! É tudo o que o Senhor está trabalhando em mim e testificou através deste post! Deus abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glória a Deus Danielle, que Ele te abençoe muito. Tudo de bom e boa sorte nessa decisão então. (:

      Excluir
  4. Me surpreendeu ein gordo! Continue sendo um instrumento nas mãos de Deus... me orgulho disso. ;)
    Fico massa! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glória a Deus preta, glória a Deus mesmo. Que Ele tenha misericórdia de mim e continue a usar onde quiser. Mamãe na fé *-* HUAUHAHUA

      Excluir
  5. Paz do Senhor,

    Muito bom essee tema, o que realmente tem acontecido nos dias de hoje, mais em primeiro devemos viver um verdadeiro relacionamento com Deus um verdadeiro amor, para depois viver um amor ao qual Deus nos preparou q no momento e na hora certa ele nos dará, agardeço a Deus porque os seu Proposito em Nossas vida é Lindo *_*

    Lindo POst ... :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz do Senhor Bruna,

      Concordo com você, mas de certa forma já escrevemos sobre relacionamento com Deus algumas 'várias vezes'. Mas o que tentei defender no tema, é que não só a parte séria do negócio: oração, preparo, jejum, santidade, até porque você não comprará a Deus com esses atributos. Mas acredito fielmente que quando seu coração está cheio de amor pelo de outra pessoa, você se encoraja a orar mais, buscar a orientação de Deus, e os seus propósitos. Afinal: havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; (1 Coríntios 13:8) Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor (1 Coríntios 13:13), como na música em que o próprio post traz: "amor, amor, amor e mais nada".

      Que Deus te abençoe.

      Excluir