segunda-feira, 16 de abril de 2012

Será que estamos prontos para um Avivamento?

Esses dias 'me peguei' pensando se a Igreja de Cristo estava preparada para um Avivamento... 

Pois oramos pedindo que o Avivamento chegue, que o Senhor Deus derrame seu Espírito em nós e que sejamos tomados por uma atmosfera de adoração que poderíamos ficar por horas, até dias sem sair daquele lugar [igreja]. E isso seria tão notório, que pessoas viriam ver esse acontecimento... Mas nós não escolhemos quem vem ou não, e nesse recinto poderia vir pessoas de alto nível intelectual ou alguém que nunca foi a uma escola. Pessoas arrumadas e outras que não tomam banho a dias... E Deus falaria tão claramente conosco, que iria colocar aleijados, enfermos, maltrapilhos, e tantos outros excluídos socialmente que buscam ser amados na nossa frente, para que acolhêssemos, orássemos, amassemos, a ponto de ficaríamos estupefatos. E eu me pergunto: 'Será que essas pessoas atrapalhariam essa atmosfera?' 'Será que realmente estamos prontos para esse Avivamento?'

"Os aflitos e necessitados buscam águas, e não as há, e a sua língua se seca de sede; mas eu, o SENHOR, os ouvirei, eu, o Deus de Israel, não os desampararei." Isaías 41:17
O Avivamento segundo o Wikipedia significa: Os avivamentos (ou reavivamentos) são acontecimentos, ditos moveres espirituais, em que há a transformação de vidas em número [...] Trata-se de grandes períodos de efervescência espiritual cristã, quando muitos, na maioria milhares, são atraídos às igrejas, principalmente pentecostais, e sinais incomuns como batismo no Espírito Santo e curas em massa acontecem. [...] As conseqüências mais normais de um avivamento, além do aumento do número de conversões ao cristianismo, nunca se prendendo a apenas uma classe social e ao mesmo tempo pegando o maior número de cristãos não-praticantes ou não-cristãos, são de melhorias na sociedade, sendo que muitas vezes leis sociais são criadas por parte dos governos dos respectivos lugares em função da mudança social que neles ocorre.

"Será que estamos prontos para um Avivamento?"

Está é uma pergunta que nortea a minha mente. Não quero gerar uma polêmica, longe de mim isso. Mas creio que quando um Avivamento começa, Deus age de tal maneira, que muitos virão, pois será notória a presença dEle naquele lugar, e essa multidão será composta por todas as classes sociais e raciais que não poderíamos contar, pois para Deus, todos somos iguais, e não há acepção de pessoas. 

Porém ainda existe muita falta de amor em meio aos cristãos. E muito egoísmo... Tá, alguns vão dizer "Eu não sou egoísta".

Beleza, então você é capaz de dizer: "Deus, volta agora!" com toda convicção? Ou você tem sonhos a concluir, planos a traçar, obras a terminar? Não é errado querer isso. Mas e aqueles missionários que já não suportam mais o castigo imputado a eles por pregar o evangelho, e constantemente oram clamando "Deus volta logo"

Sim, somos egoístas, infelizmente. Mas isso também não é motivo para nos martirizarmos, porém devemos ter o conhecimento disso. Lembre-se, Deus faz novas todas as coisas, e nos perdoa. E devemos permitir a nós mesmos saber que não somos perfeitos, e que não devemos esperar isso dos outros, pois Deus nos conhece, e Ele é o único que pode nos julgar.

Mas o ponto é: 'Será que estaríamos abertos a receber em nosso culto de ceia um grupo de moradores de rua?' 'Como os trataríamos?' 'Será que iríamos até eles ou é obrigação apenas dos diáconos, e os de plantão?' É nisso que tenho pensado. 'Alguém pensa assim como eu?'

Creio que devemos nos revestir do amor, como disse Paulo em Colossenses 3:14. Sabendo que Ele não faz acepção, e que essas pessoas não são motivo de tropeço, mas motivo de glorificar a Deus, pois seu evangelho tem sido pregado a todas as criaturas.

Então continuemos orando para que o Avivamento venha, mas que possamos nos preparar para o que está por vir, mesmo que não saibamos claramente, mas que compreendamos que o Evangelho do amor é para todos!

Que Deus nos abençoe!

Ronnedy Paiva
Colunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário