quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Raízes profundas

Estive lendo um livro -"O que você é determina a sua história"- este final e comecinho de ano, e gostaria de falar um pouco do que aprendi. O livro é bem curto, fala sobre o justo e o ímpio – diferenças -. E teve algo que gostei muito em um capitulo deste livro, cujo autor é o pastor e psicólogo Silas Malafaia

Vou falar de maneira resumida, para que sejamos objetivos.

O capitulo 92 de Salmos é um cântico para sábado que salmodia Deus pela sua benignidade, fidelidade, e por conceder alegria [ao salmista]. Mas também fala sobre o ímpio e o justo.

“Quando o ímpio crescer como a erva, e quando florescerem todos os que praticam a iniqüidade, é que serão destruídos perpetuamente.” 

A erva é aquela plantinha indesejada que nasce em nosso quintal, e que é arrancado facilmente com as mãos, pois suas raízes não são profundas. O ímpio é assim, perece facilmente, pois não está bem firmado, não tem fundamentos, e são indesejadas.

Porém o justo é diferente. Nos versículos 12 e 13 do mesmo capitulo 92, o salmista fala como é o justo:

“O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano. Os que estão plantados na casa do SENHOR florescerão nos átrios do nosso Deus.” 

A palmeira que o salmista fala em ocasião, é a Tamareira, a mesma que tinha na terra prometida – uma terra que mana leite e MEL [Ex 3:8]-, os seus frutos são agridoces, como o mel. Já o Cedro do Líbano, é uma arvore majestosa, forte, que não é derrubada facilmente em uma tempestade. Ela está bem enraizada, e ela pode chegar a 37 metros de altura, e dão frutos por toda a sua vida -50, 60, 70 anos-. Mas para isso, elas devem estar bem plantadas...

Como perceberão, o autor está comparando os justos com essas arvores, e ele nos fala aonde devem estar plantados. Ele diz: Os que estão plantados na casa do SENHOR florescerão nos átrios do nosso Deus.v.13.

Nossas raízes devem estar bem plantadas na Casa do Senhor -igreja-, para que possamos nos fundamentar, e aprender mais dEle, e para que vento nenhum venha nos derrubar. E na hora em que estivermos 'prontos', possamos dar frutos lá fora -nos átrio de Deus-, e sendo como o Cedro Libanês , produzindo frutos por toda a nossa vida...

Porém isso não é de uma hora para a outra, é gradual, a árvore não nasce com 37 metros já. Ela é primeiramente uma semente*, bem plantada –na casa de Deus- e que deve se enraizar bem, e ano a ano vai crescendo, pouco a  pouco, até que um dia chega ao seu 'esplendor'.


As arvores talvez sejam como a nossa fé, que gradualmente crescem com o passar do tempo, e através das nossas experiências com Deus
- Mas como podemos estar bem plantados?


Uma árvore para crescer bem, não deve ser regada toda hora, ela deve buscar por si só o seu alimento... As suas raízes procuram a água , e se encontrada no solo, elas ficam por ali mesmo. Já viram aquelas árvores com as raízes à mostra? Então, as raízes devem buscar pela água, assim, elas vão se aprofundando, buscando, e já que não tem água no solo, elas descem em busca do alimento, e assim elas se enraízam bem.


É assim que devemos ser com Deus também. Devemos busca-Lo em todo o momento, buscar fazer a Sua vontade, e não ficar apenas esperando as Suas bençãos. Temos que ir atrás, lendo a palavra, fazendo jejum, falando do Seu amor, nos aprofundado dia após dia, para que possamos crescer, e majestosamente darmos frutos, e sermos fortes para que vento nenhum nos abale, e sempre frutíferos.

E aí, vamos nos enraizar bem? A Terra Deus já nos deu, agora é a nossa vez de busca-Lo.

Deus te abençoe!



* [Semente] Todos nós somos sementes, pois nascemos de novo, em Cristo agora, somos novas criaturas, e devemos crescer para dar frutos.



Ronnedy Paiva
Colunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário