segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Deus diz: O que queres de mim?

Alguns dias atrás estava ouvindo o novo disco do Thalles Roberto, e algumas musicas chamaram minha atenção, onde pude refletir e saber que estou fazendo da minha vida.

Na canção "Mesmo sem entender" nós declaramos que Deus é o comando da nossa vida, que o melhor para nosso futuro é a decisão de Deus:

“O senhor sabe exatamente o que é melhor pra mim.
E mesmo que eu não entenda o seu caminho, eu confio”


Mais na verdade será que é assim mesmo? Deus está no controle de tudo, e todas suas decisões vem da vontade de Deus, ou você apenas lembra de Deus nas dificuldades, na doença e na morte? Nós estamos sendo verdadeiros adoradores?

Novamente questão que assombram meu coração e cada vez mais me fazem pensar o que devo fazer desta vida, e se minhas atitudes são as melhores. E você pode se encaixar neste quadro?

Voltando a escutar o álbum “Uma historia escrita pelo dedo de Deus” a musica "O que queres de mim", me fez imaginar de como Deus se sente quando nós o pedimos por mais da presença Dele, mas um pedido que não vem do coração e sim da mente, um pedido que não nos faz edificar, e canção é assim:

“Pai, quero estar pertinho, até sermos um, Sem a sua glória eu sou só mais um. Mas contigo eu tenho toda a força de Deus.
Thalles, joelho no chão e boca no pó, Vou falar agora, ouça a minha voz, filho eu já ouvi outros tantos orarem assim, mas depois que eu usei, o coração mudou, fui abandonado, não fui mais o centro, toda glória é minha, e de mais ninguém”


E ai, você está preparado para não desapontar a Deus? Pois sei que todos -e quando digo todos estou me incluindo- já magoaram o coração dAquele que esta sempre cuidando de você!

Deus é tão misericordioso que nos dá uma chance toda a vez, mais a Justiça de Deus nunca falha e todas nossas ações serão cobradas.

Precisamos nos entregar de corpo e alma para Cristo, e nos espelhar na vida Dele, uma vida de sofrimento e muitas glórias.








Filipe Mendonça
Colunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário