domingo, 18 de setembro de 2011

-O Planeta dos Homens-

"Os Retirantes" de Cândido Torquato Portinari
 
"O ser humano não é um animal"

Essa frase foi dita por um motorista de ônibus que ao ver um dos passageiros colocando outro para fora, por este estar bêbado e dando um pouco de trabalho, indignou-se e buscou o senhor colocando-o novamente no carro.

Fiquei impressionado com essa cena, pois estou acostumado a acompanhar pela televisão casos destinos desse. Tele jornais noticiam jovens espancando moradores de rua, ateando fogo, matando apenas por ódio dessas pessoas. E isso está ficando cada vez mais comum e aceitável que antigamente. 

Seres humanos, como nós, feitos a imagem e semelhança de Deus (Gn 1:26), esquecidos, excluídos e indesejados pela sociedade. Homens, mulheres, crianças e velhos a mercê da "sorte" para sobreviver, esperando do pouco algo para viver.

Será que somos melhores que eles ao ponto de não os estender a mão? Será que por eles não terem uma roupa da moda são menos humanos que nós? Será que somos mais inteligentes que eles que sequer podemos dirigi-los a palavra? Ao menos para desejar-lhes um "Bom dia", ou "Deus te abençoe" ou dizer "Não tenho" quando você realmente não tem o que ele pede (dinheiro)?.

Não! Não somos melhores do que eles somente pelo fato de termos coisas a mais... Coisas, dinheiro, bens não definem uma pessoa, não pelo que ela é, talvez para os olhos carnais, mas não para Deus, o Criador do Universo e de você, ser único e exclusivo.

Tudo o que temos aqui, não passará daqui. "Pois Ele conhece a nossa estrutura; lembre-se de que somos pó" (Sm 103: 14). Todos nós viemos do pó, e ao pó retornaremos. (Eclesiastes 3:20)

Sei que é difícil ajudar todo o mundo, mas se pelo menos tirarmos isso do coração e colocarmos em prática o pouco que podemos fazer, ajudaremos e muito os que precisam.

Todos somos pecadores, e carecemos do perdão do Pai. "Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um desviava pelo seu caminho; Mas o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de todos nós." (Isaías 53:6)

As vezes sequer queremos manter contato visual com os mais necessitados, já esperando que eles vão pedir alguma coisa, e desviamos destes o olhar... Eu sei que nem sempre temos dinheiro sobrando para dar, mas é muito dizer que não tem de uma forma que não seja grosseira?

A bíblia em Atos 3:1-9 conta que certo homem coxo desde o ventre de sua mãe pedia esmola na frente de um Templo, e avistando João e Pedro que iam ali orar, pediu-lhes dinheiro, Pedro respondeu: "Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda" (Atos 3:6)

Pedro e João não tinham o que aquele homem queria, mas tinha o que ele precisava, a cura de sua doença, ainda que ele não esperasse pela sua cura, mas veio para glorificar o nome de Deus.

"E tomando-o pela mão direita, o levantou, e logo os seus pés e artelhos se firmaram. E, saltando ele, pôs-se em pé, e andou, e entrou com eles no templo, andando, e saltando, e louvando a Deus" (Atos 3:7-8)

Pedro e João além de curá-lo por intermédio do poder que Deus, o ajudou a levantar. Porque muitas vezes só dizemos palavras bonitas, mas não fazemos o necessário, que é a ajuda, o estender de mãos. E entraram no templo, glorificando o nome dAquele que é especialista em causa impossíveis, o nosso Senhor.

Sei que sempre "bato na mesma tecla", falando sobre ajudar o próximo e principalmente os que mais necessitam... Mas faço isso porque creio que é o que Deus quer que façamos que ajudemos que amemos uns aos outros, sem distinção de raça, cor, ou qualquer outro estereótipo.

Temos que assumir o controle da situação, temos que dar um basta em uma linhagem de pensamento de que todo mendigo é mendigo porque quer. Isso não é verdade, eles talvez tiveram oportunidade na vida, outros tantos não. Mas nosso papel não é julgá-los, mas sim ajudá-los.

Que possamos entender que a morte de Cristo na cruz não foi somente por mim ou por você. Mas sim para todos, e todos merecem conhecer essa verdade.

"Não me entenda mal, não trato mal a ninguém. Faço pior que isso: Não o trato bem!" [Alexandre Pepe]


Fiquem com Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário