domingo, 27 de fevereiro de 2011

-Jogar a toalha?-

Como é ruim a sensação de: o mundo estar sobre as nossas costas, que  nossos problemas não têm fim. Não é? E sempre queremos desistir...

Uma vez eu estava com essa sensação, de que tudo não daria certo, e assim ficava triste e achando que não iria agüentar por muito tempo 'em pé' pelo que estava passando. Mas como Deus é maravilhoso, Ele falou comigo através de uma música, que dizia: "As dores do mundo, já posso suportar. As guerras e aflições, já posso suportar. Pela força que mim está, já posso suportar, já posso suportar..." (Já Posso Suportar - Pregador Luo e Trazendo a Arca). Essa música veio me falar para não  me preocupar, que o Deus da provisão estava na minha frente. E nessa hora senti um conforto em meu coração, e uma força para continuar. Pois sei que nada poderá me atingir. Foi como o apostolo João disse em 1 João 4:4b "Maior é o que está em vós do que o que está no mundo." Nenhuma 'coisa' poderá me ocorrer se não for da vontade dEle.

- Isso me faz imaginar Jó, que teve tudo o que ele tinha roubado pelo diabo, seus filhos morreram, seu gado também, sua casa foi destruída, tudo o que ele tinha foi perdido. Além de que todos seus amigos deram as costas para ele, e ninguém mais ficava perto dele, pois ele estava com lepra. Tudo conspirava para ele desistir, e por muito tempo as pessoas falavam que tudo isso era motivo de algum pecado que ele havia cometido. Mas não era isso. Deus ali provou a todos que mesmo nas dificuldades, quando parece que tudo está sobre nossas costas, que o fim do nosso sofrimento não está próximo, um homem pode agüentar firme, esperando no Senhor. E por essa espera, Deus restituiu em dobro a vida dele.(Jó 42:10b) E Deus foi fiel, morrendo Jó velho e farto de dias. (Jó 42: 17)

Creio que muitos passam por situações nas quais não conseguem ver a provisão de Deus, pedem que seja feita vontade dEle, mas na verdade o que realmente querem é que a nossa própria vontade é que seja feita. Pode parece loucura, mas a loucura de Deus é mais sábia que os homens.(1 Co 1:25) (Confie nEle)

Ele nos coloca em certas situações para que nossa fé seja fortalecida, tudo com um propósito. Os problemas podem ser grandes, mas temos um Deus maior que eles. Deus nunca nos dará um fardo maior do que possamos suportar, Ele conhece nossa limitações, sabe que somos fracos e dependentes

Desistir não é o melhor caminho, temos que ser fiéis, estar firmes e convictos em suas palavras, para que possamos suportarmos as diversidades e barreiras, "Pois se Deus é por nós, quem será contra nós?¨ (Rm 8:31) Tenha bom ânimo, Deus vai ter honrar. E se mesmo assim, se ainda estiver com esse pensamento que não vai conseguir, e quer desistir, olhe para a cruz do calvário, e veja que Jesus não desistiu de você. 


"Vinde a mim todos os que estão cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei" (Mateus 11:28)

Esse POST é uma resposta de Deus. Escrevi de certa forma, para mim mesmo, pois tenho passado por uma situação que não via a mão de Deus, e Ele me deu esse texto para dizer que é para eu esperar, confiar e aguentar. Pois Ele é DEUS.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

-Excluídos do amor de Deus?-

Bêbados, drogados, moradores de rua...

Sempre quando vemos um desses três ‘tipos’ de pessoas, entre muitos outros que existem (rejeitados), logo vem o pensamento: “eles estão colhendo o que plantaram” Afirmando que essa vida de sofrimento e abandono, é escolhida a dedo... 

... Mas o que eles têm de diferente de nós? Ou eles não são filhos de Deus? Não foram feitos a imagem e semelhança do Pai como nós? (Gênesis 5:1b)

- Quando andamos nas ruas de nossa cidade, conseguimos observar várias pessoas, desde moradoras de ruas à altos empresários, pessoa que nada tem, e outros que tem tudo, mas almejam sempre mais.  Talvez, haja moradores de rua, drogados ou alcoólatras que tinham emprego, família, uma renda legal (dinheiro), mas que perderam tudo, e outros que desde pequenas nunca tiveram nada. E nessa vida de sarjeta, sem rumo, sem abrigo, sem amor, e em busca de um de felicidade ou aconchego, buscam em artifícios como bebidas alcoólicas, drogas ou prostituição, algo que lhes tragam felicidade, uma solução! E assim, mergulham nesse submundo dos vícios.

Novamente pergunto: “Qual a diferença entre eles e você?” (Talvez você esteja lendo isso no aconchego da sua casa, e eles nunca tiveram uma casa.)

A palavra de Deus nos fala de certo momento na caminhada de Jesus, em que um fariseu pergunta a Ele: “Quem é o nosso próximo?” (Lucas 10:29), e para responder essa pergunta, Jesus usou uma parábola. A Parábola do Bom Samaritano.

Está parábola nos relata que “um homem descia de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar." (Lucas: 30-35)

Para terminar essa ‘história’, Jesus perguntou: “destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?” (Lucas 10:36). E a resposta foi “que usou de misericórdia para com ele. (Lucas 10:37)

Quem é o seu próximo? - Você tem esperado que seja uma pessoa bem vestida e que tenha algo para te oferecer? Posso dizer que até possa ser essa pessoa, mais não fique esperando ela vir até você, tome a atitude e vá. Porém tem muitos outros que precisam dessa palavra de Salvação. São eles os excluídos da sociedade...

- Essa semana rolou na Church o "Culto do Amor", onde foi combinado com uma rapaz que se vestiria com uma roupa suja e ficaria na porta do templo caído e com uma garrafa de pinga. Esse homem foi convidado a participar da celebração, e em um primeiro momento ele ficou no último banco, mas conforme rolava o louvor ele foi para o primeiro banco. O pregador que falava de amor, ao final da pregação pediu para que trouxessem uma vasilha com água para que lavasse os pés dele, como Jesus fez em João 13, lavando os pés de seus discípulos. E assim o pregador ia fazer, mas tudo isso era combinado... E com Deus não se brinca

E foi como se Deus nos falasse "Vocês querem brincar de amor? Então está aqui, AME!”... Deus é Deus. Ele nos enviou no meio do culto um rapaz que pedia comida e dinheiro, esse homem era um morador de rua, e que foi enviado por Deus para participar do culto. E ao invés de lavar os pés daquele homem que era o combinado, levaram esse segundo rapaz que foi enviado por Deus, e em um ato de amor verdadeiro, foram lavados os pés dele. Ali sentimos o amor de Deus tão intensamente, que muitas pessoas não seguraram as lágrimas diante daquele ato, e aquele rapaz chorava, talvez sem entender muito o porquê fosse feito isso, mas com a certeza de que era amado.

Deus no prega muitas peças, Ele coloca pessoas em nossa frente para falarmos do amor dEle, e muitas vezes não era essa ou aquela pessoa que queríamos evangelizar. Mas o amor de Cristo é para todos, não somente para quem escolhemos.

Essas pessoas que estão à mercê da vida, sem ter onde dormir por muitas vezes, sem ter colocado nada na barriga aquele dia, elas esperam que algo aconteça, que apareça um 'abençoado' para ajudá-lo. 

Você tem sido esse abençoado? 

Essas pessoas rejeitadas por essa sociedade hipócrita esperam ter como toda uma vida digna! E as únicas palavras que dirigimos a elas são: “Eu não tenho” (Dinheiro), sem se quer olhar em seus olhos. E pensamos “O ‘cara’ quer dinheiro fácil, porque ele não vai trabalhar?” – Alguém da trabalho a uma pessoa nessa situação? Acho que não! E sei que essa não é a única forma dele conseguir esse dinheiro, ele poderia, por exemplo, pegar papel e vender, e ‘descolaria’ mais o menos R$ 5,00 por dia!? Ou ele poderia estar roubando, se prostituindo, ou vendendo drogas. – Talvez a melhor opção seja ele pedir não é?

Se você buscar uma resposta de Deus. Esteja preparado para qualquer uma. Pois você pode não gostar da resposta dEle!

E pela terceira vez te pergunto: "Qual é a diferença entre eles e você?"

- Sim! Pode haver várias diferenças. Mas uma delas é que você conhece a Palavra de Salvação, o Deus eterno que sempre nos ajuda, já eles, talvez nunca tenham escutado sobre esse Homem!

(Você que se diz cristão, que não nega a Jesus por nada, que ‘amor’ é seu sobrenome. Para você, te ‘desafio’ a abraçar um morador de rua, falar a um alcoólatra ou drogado que a vida dele tem salvação, que você está ali para ajudá-lo, amá-lo!) – Aceite esse desafio como uma experiência.

Que o amar não seja apenas um hobby, mas seja nossa proposta de vida. Amando todos, sem distinção de raça ou estatos social .


“Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos. Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus? Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.” 
(1 João 3:16-18)

Imagem em tamanho real, CLIQUE

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Ei! Você tem me escutado?

"Porque me chamais Senhor, Senhor, e não faz o que eu mando?" (Lucas 6:46)

São em momentos atribulados que, por muitas vezes nos lembramos de Deus. (A nossa esperança)

Em Lucas 6 :46-49, Jesus fala aos seus discípulos sobre aqueles que ouvem e praticam a sua palavra. Esses, serão como casas construídas sobre a rocha, e de fortes alicerces, e mesmo a mais forte correnteza não poderá derruba - lá... E fala também sobre aqueles que ouvem sua palavra, mas não a praticam. Ao contrário dos outros, eles são comparados a pessoas que constroem suas casas sobre a areia, e até mesmo a mais fraca correnteza, pode derrubá-la, a transformando em ruína.

- Qual dos dois você tem sido, o discípulo praticante ou o ouvinte? Você tem escolhido suas próprias decisões, mesmo sabendo que são 'estúpidas', ou tem ouvido e praticado aquilo o que Deus quer, fazendo a vontade do Pai?

Muitos escutam suas próprias 'decisões', fazendo o que perante os seus olhos parece o melhor, se esquecendo que o futuro só a Deus pertence. E, quase sempre nossas decisões nos destroem e nos corrompe, nos deixando na 'lama'. E sem saber quem culpar, por muitas vezes acabamos colocando a culpa em Deus, dizendo: "Porque Deus? Por que me desamparou? Eu vou a igreja todos os finais de semana e não deixo de dar todo mês o meu  dízimo, porque deixou isso acontecer comigo?"

Você realmente não sabe o por quê? 
-Você orou antes de tomar essa decisão? Pedindo que Ele falasse com você, ouvindo a sua voz? Não! Ou melhor, você até ouviu né, mas não á praticou!-

Deus não está interessando em seu dinheiro, ou parte do seu valioso tempo, o que Ele quer, é você, não uma metade, mas o quer por inteiro. O desejo dEle é que você o escute, e pratique sua palavra, vivendo conforme a bíblia nos fala, amando, perdoando, evangelizando e o escutando...

Temos que estar aptos a servir a Deus, temos que o escutá-lo, pois somos como machados, no qual é o próprio Deus quem nos maneja, fazendo tudo conforme a sua vontade...

Por favor, não nos esqueçamos que não fomos nós quem escolheu a Deus, mas Ele mesmo quem nos escolheu (Efésios 1:4)

Ouça, pratique-a, leia, pois a palavra do Senhor é bem mais audível do que imaginamos. E em suas palavras contém toda verdade e vida. Escute/Leia a palavra de Deus. "Porque vale mais um dia nos átrios do Senhor, do que dez mil fora dela." (Salmos 84:10)





"Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas." 
(Apocalipse 2:19)

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Ele:"Eu te amo" - Ela:"Idem" - O Casamento

"Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até que a morte os separe?"

Quando um homem e uma mulher decidem se unir matrimonialmente, os dois tem certeza que serão felizes para sempre, ou pelo menos 90% tem essa certeza. Mas, esse sempre, aonde acaba? 

- No principio criou Deus ao homem a sua imagem e semelhança, e 'deu' a ele uma mulher para que não vivesse sozinho, os dois eram seres racionais e que possuíam domínio sobre toda criatura nos céus e na terra, assim como é hoje. 

Deus uniu o homem e a mulher para que os dois possam ter com quem contar, para se sentirem amados e não mais 'sozinhos', Ele deu ao homem e a mulher domínio sobre tudo e a 'ordem' de crescer e multiplicar.
Quase todas as pessoas tem esse desejo de casar, ter filhos, constituir uma família. Uns querem tanto isso que se precipitam na escolha da pessoa e não esperam a hora certa, não esperam a pessoa certa, e acabam ficando com uma pessoa que não era a que Deus tinha separada para ela... Um acaba não conhecendo o outro verdadeiramente, e isso acaba gerando conflitos, que resultam em separações e divórcios na maioria das vezes. (até que a morte os separe?)

Quando isso acontece, os dois vêem que o 'para todo sempre' chegou ao fim, e que o amor morreu! E a seguinte pergunta vem a mente: "O que eu fiz? Quanto tempo perdi?" ... Você perdeu a oportunidade de viver seus melhores anos ao lado de uma pessoa que te ama e que era a pessoa que Deus tinha preparado para você.

Bom, para que o amor não acabe antes da hora, é que existe a seguinte seqüência 'natural'. O conhecer (orar), namorar, noivar e casar, fora dessa ordem, pode não dar muito certo. Antes de tomar essa decisão, ou melhor, antes de tomar qualquer decisão, precisamos 'conversar' com Deus, colocar nossos anseios diante dEle, e esperar sua resposta. Pois sem o 'vai' dEle.. 'Não vai rolar'... Devemos nos posicionar diante de Deus, para que na hora que tiver que 'acontecer', nossas palavras não sejam apenas palavras, mais que também transpareça nossos sentimentos, e que seja lançada profecias sobre esse relacionamento.

-Que o "Felizes para sempre" e que "Até que a morte nos separe", não seja apenas votos, mas aliança, que não pode ser rompida. -O amor não pode acabar-

"Assim já não são mais dois, mas uma só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem"

(Mateus 19:6)



- O que Deus une, o homem jamais separa -