domingo, 23 de janeiro de 2011

-Não perca o foco-


Vocês sabem o que é igreja?
Igreja (do grego εκκλησία [ekklesia] e latim ecclesia) é uma instituição religiosa cristã separada do Estado. Cabe a igreja administrar o dinheiro do dízimo, construir templos, ordenar sacerdotes e muitas vezes mantê-los e repassar para seus crentes sua interpretação da Bíblia.

O templo é muito importante, mas perde o 'sentido' quando seu foco não é Deus.

Antes de Cristo, o povo de Deus edificavam altares. Logo após a edificação, prestavam culto a Deus, e ali ficava como um ‘memorial’ a Ele (Deus). Mas ao decorrer das décadas, acabamos esquecendo qual é o verdadeiro sentido de igreja, e para que ela é formada.

-A igreja serve para termos comunhão com os nossos irmãos, e não cabe a nós escolher a quem vai participar da celebração ou não, temos que aceitar a todos, mesmo sendo o mais esfarrapado que apareça na porta do templo, pois ele também é filho de Deus, e devemos amá-lo como a nós mesmos. (Jo 15:12)
Porém o templo nada mais é, que um espaço físico aonde o povo de Deus se reúne para adorá-lo, e a verdadeira igreja somos nós, templo do Espírito Santo. E por conta disso não somos 'qualquer coisa'. Só que o que tenho visto nesses últimos tempos é pessoas julgando pessoas, igrejas acusando igrejas, inveja, nada que glorifique o nome de Deus.

E no templo, a verdadeira essência vai acabando a partir do momento em que prestamos atenção em homens (ser humano) e não mais em Deus. E o ser humano tem defeitos, claro, e igreja é lugar para pecadores, onde buscam o perdão. E quando colocamos nossos olhares em 'coisas', começamos a reparar se o irmão levantou ou não a mão, se o pastor falou uma palavra errada, se os músicos estão desafinados, e acabamos julgando. Ninguém faz errado por que quer, porém é aí que temos que chegar na pessoa e falar: "Amigo, você se equivocou nessa palavra, você poderia ter falado 'isso ou aquilo'" ou "Você errou aquela nota.. mas não tem problema, você conseguiu se sair muito bem". Críticas construtivas, aonde você ajuda, e não julga.

E esse é um mal que está acontecendo nas igrejas. Às vezes por influência de amigos, ou porque ali não faz seu estilo... Não estou falando para você sair ou mudar de igreja, longe disso, mas para retomar o foco, não se importando com que seu irmão em Cristo faz ou deixa de fazer no culto, se aquele vídeo ficou bom ou não, se a palavra não foi legal ou se foi. Mas pedir a Deus para ajudá-lo a prestar atenção na palavra, a ajudar os necessitados, a não fazer pré-julgamento de pessoas, nem de falar mal de instituições religiosas ou coisas que não agradam a Deus, sabendo que somos todos irmãos do mesmo corpo (Cristo), sem distinção de religião, jeito de se vestir ou de cantar.

As igrejas somos nós, não se esqueça, não podemos fechar nosso coração, e perdermos a comunhão com as pessoas, temos que adorar a Deus.

-O templo pode cair, ou fechar, mais as igrejas, que somos nós, não podem se fechar, e acabar ficando na mesmice. Esperando que tudo seja conforme seu querer, fazendo julgamento de pessoas-

Ele nos constituiu como igreja, para que possamos resgatar vidas da mão do inimigo.

"Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo." (Co 1:16-17)

E aquele que acha que é auto-suficiente, que não precisa da ajuda de ninguém e que somente o que ele acha está certo, julgando os outros sem o conhecê-lo, aí vai a palavra de Deus para você:

"Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio. Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia." (1 Co 3:18-19)

Não se feche, ao contrario, abra seu coração para que Deus possa agir em seu espírito. Somos todos pecadores, e necessitamos do perdão dEle, não cabe a nós julgar, pois aquele que julga será julgado [...]
 
"O homem será julgado pela sua capacidade de amar. Aquele que julga o irmão não pode amar. Só vê o mal, está impedido de ver o bem que com ele se mistura.

Este tipo de injustiça, se não for detectada, provavelmente levará à condenação.
Acertamos quando dizemos 'não julguemos para não sermos julgados'.

“Valemos o que valem os nossos juízos.”

(Autor desconhecido)

3 comentários:

  1. Ronnedy, muito bom o blog cara.. parabéns!

    Concordo plenamente com você... infelizmente esse é um problema real nas igrejas, e é muito sério. Acredito que esse seja um dos maiores motivos que levam aqueles que não estão tão fortes na fé (digo cristãos recém convertidos, ou que estão abalados por conta de alguma situação dificil) deixarem a igreja.
    Esse tipo de problema afeta os ministérios também.. enquanto um tiver olhando meio torto por causa de alguma coisa que o fulano falou, as coisas no ministério não fluem.
    Realmente precisamos focar em Deus e ajudar uns aos outros, não julgar.

    Muito bom!

    ResponderExcluir
  2. É isso ai irmao,
    você disse tudo, devemos amar a todos como
    irmãos, como parentes. E as criticas não
    devem ser as DESTRUTIVAS, mais sim aquela
    que dá força e corrige ao mesmo tempo.
    As igrejas estão repletas de críticos, e invejosos.
    Devemos amar outra igreja e não jogar pedra,
    dizer que eles estão errados nisso ou aquilo, mais aceitar sua forma de "ensino"
    "Deus olha a vontade de fazer, não a especialização"

    PARABENS, continue nessa parceiro

    ResponderExcluir
  3. é bem isso mesmo !
    acho que antes de amar as pessoas e levar a palavra pra fora temos que amar e levar a palavra as pessoas de dentro da igreja.

    seu blog ta massa ;)

    ResponderExcluir